segunda-feira, 27 de julho de 2009

Atividade semanal - 27/07 até 31/07


domingo, 19 de julho de 2009

20ª UERJ SEM MUROS - Inscrições abertas



Inscrições abertas para 20ª UERJ SEM MUROS

Durante todo o mês de julho, o maior evento da Universidade estará com inscrições abertas para a apresentação de trabalhos relacionados à Graduação, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão ou Cultura.
Estão abertas desde o dia 1º de julho as inscrições para a apresentação de trabalhos na 20ª UERJ SEM MUROS.
A oportunidade abrange trabalhos relacionados às três Sub-Reitorias da Universidade que assinam o evento.
O formulário de inscrição pode ser acessado AQUI
Os trabalhos devem ser inscritos nas atividades respectivas, pertinentes a cada Sub-Reitoria.
As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de julho de 2009.



20ª UERJ SEM MUROS - 05 a 09 de outubro de 2009

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro realizará, no período de 05 a 09 de outubro de 2009, a 20ª Edição da UERJ SEM MUROS.
É um grande evento que mobiliza toda a Universidade em prol de um objetivo comum: apresentar à sociedade a produção acadêmica realizada nas diversas áreas de conhecimento, envolvendo ensino, pesquisa, extensão e cultura. Nesse sentido, a participação da comunidade é fundamental.
Dentre as atividades desenvolvidas no âmbito de cada Sub-reitoria, destacam-se:
Sub-reitoria de Graduação (SR-1)—9ª Semana de Graduação
Sub-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa (SR-2)—18ª Semana de Iniciação Científica
Sub-reitoria de Extensão e Cultura (SR-3)—13ª Mostra de Extensão—20ª Feira de Prestação de Serviço—6º Espaço Ciência

Atividade semanal - 20/07 até 24/07

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Atividade semanal - 13/07 até 17/07


terça-feira, 7 de julho de 2009

II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial


A II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial (II COMPIR) é etapa preparatória para escolha dos delegados que participarão da II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (II CONAPIR).
O prefeito José Camilo Zito e a secretária municipal de Cultura, Ana Jansen, vão participar da abertura da conferência, marcada para às 19h.
Outras informações poderão ser obtidas no Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro e Promoção da Igualdade Racial e Étnica de Duque de Caxias COMDEDINEPIR, na Praça Roberto Silveira, 31, 3º andar ou pelo telefone 2672-8877


sábado, 4 de julho de 2009

Atividade semanal - 06/07 até 10/07


PUC - Rio: Apropriação da Leitura e Escrita Competente

Apropriação da Leitura e Escrita Competente: Estratégias para seu Enfrentamento
Departamento de Educação e Núcleo de Educação de Adultos da PUC-Rio-NEAD

Local
Pólo Avançado da PUC-Rio em Caxias
Instituto São Bento/Casa São FranciscoR. Benjamin da Rocha Junior, 6 - São Bento - Duque de Caxias/RJ Como Chegar
Este curso também esta sendo oferecido na Unidade Gávea

Período deAulas
De 08/08 a 29/08/2009 - Sábados, das 08:00 às 12:00h

Apresentação
A partir das avaliações nacionais e internacionais como Inep/Mec, Pisa, entre outras, acerca do rendimento escolar, da comprovação da importância do desenvolvimento de habilidades específicas para o desenvolvimento da leitura e escrita e da experiência vivenciada na prática docente, o presente projeto se justifica pela necessidade em estabelecer ações e ferramentas de caráter interdisciplinar, na instituição escolar, visando uma melhora no rendimento acadêmico dos alunos.

Objetivo
Instrumentalizar profissionais atuantes na área da educação, docentes e licenciandos para que possam desenvolver e aplicar estratégias necessárias à apropriação da leitura e escrita competente pelos educandos por meio da estimulação da linguagem a partir da ampliação do universo de conhecimento; funções mentais superiores como atenção, percepção, memória; consciência fonológica; consciência sintática; práticas voltadas para o letramento; habilidades do processamento auditivo; entre outras.

Público
Professores, fonoaudiólogos, pedagogos, licenciandos e estudantes de áreas afins.

Metodologia
O curso está dividido em três etapas, que são desenvolvidas em quatro módulos seqüenciais. Inicialmente será abordado o processo de aquisição de leitura e escrita priorizando o aspecto da interdisciplinariedade com o objetivo de entender as dificuldades que podem ocorrer durante este processo. Também veremos o impacto que estas dificuldades podem determinar na distorção série por idade e na evasão escolar, o que repercute na manutenção dessas dificuldades por toda a vida acadêmica do aluno.
A segunda parte terá como objetivo discutir com os participantes as dificuldades mais encontradas pelos alunos, restringindo-as ao tema leitura e escrita, focalizando prioritariamente as dificuldades de leitura, interpretação e produção de textos.
Na terceira e última parte serão discutidas algumas sugestões e estratégias que os docentes poderão aplicar em sala de aula. Estas abordagens serão desenvolvidas por meio de oficinas com o grupo de professores e terá como objetivo o melhor aproveitamento com a participação do grupo."
Ao se privilegiar na Educação a existência de um modelo prévio de ensino, quem sofre as conseqüências é o aluno, que passa a ser encarado como único responsável por seus problemas quando, na verdade, deveria estar sendo privilegiado pelo sistema educacional, com um ensino mais direcionado para as suas necessidades específicas..." Thompson, 2002.

Programa
Módulo I
O processo de aquisição da leitura e da escrita
Aspecto interdisciplinar: biológico, afetivo, social
Base orgânica da aprendizagem
Sistema nervoso central e neuroplasticidade
Dinâmicas de grupo
Módulo II
Capacidades prévias para aquisição da leitura e da escrita
Rotas de aquisição da leitura
Escrita: variáveis psicolingüísticas das palavras
Dinâmicas de grupo
Módulo III
Pedagogia ou andragogia?
Dificuldades mais encontradas em sala de aula: causas e conseqüências
Atuação do professor
Oficinas interativas

Carga Horária
16 horas.

Coordenação
José Carmelo Braz de Carvalho, Doutor em Educação pela Stanford University (1976). Atualmente é professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Coordenador de Convênio BID-FINEP-PUC da Financiadora de Estudos e Projetos. Tem experiência na área de Educação , com ênfase em Planejamento e Avaliação Educacional. Atuando principalmente nos seguintes temas: Planejamento Educacional, Admininstração de Sistemas Escolares.

Professores
Flávio Chame Barreto - Biólogo e docente do UCL e CAp-UFRJMaria Ângela de Oliveira Champion - Fonoaudióloga e docente da UFRJ

Matrícula

Até 31/07/2009A matrícula poderá ser realizada por qualquer um dos seguintes modos:
1. Pela Internet
2. Pela Central de Atendimento - 0800 970 9556
3. Presencial - Comparecimento do candidato ou seu representante, munido de instrumento particular de procuração à CCE/PUC-Rio na:Rua Marquês de São Vicente, 225 casa XV Gávea/RJ, Av. Marechal Câmara, 186 7º andar Centro/RJ, Av. das Américas, 1650/2º andar - Bl.1 - Barra da Tijuca/RJ ou na R. Benjamin da Rocha Junior, 6 - Duque de Caxias - Tel. (21) 3777-8287 - Atendimento de segunda a sexta-feria, das 08:00 às 17:00h e sábados, das 08:00 às 13:00h.

Investimento
Para matrículas até 24/07, desconto de 5% no primeiro pagamento. Após esta data o curso poderá ser pago em 2 parcelas de R$ 50,00, sendo a primeira no ato da matrícula e a segunda no mês subseqüente. Aceita-se pagamento com cartões de crédito American Express, Mastercard e Visa.

Obs1: A matrícula poderá ser feita por outra pessoa mediante instrumento particular de procuração.
Obs2: O aluno, cujo curso for custeado por uma empresa, deverá preferencialmente encaminhar a carta de compromisso da empresa, garantindo a confirmação de sua matrícula, por fax ao nº. 3527-1394 ou entregá-la pessoalmente à CCE, no prazo de 24 horas. Caso não seja possível, favor entrar em contato com a CCE. A carta deverá conter CNPJ, Inscrição Estadual ou Municipal e endereço para cobrança. Posteriormente enviaremos, à empresa, a nota fiscal e a ficha de compensação.

Certificado
O aluno que preencher satisfatoriamente os quesitos freqüência e/ou aproveitamento terá direito a certificado.

Observações
- Vagas limitadas- A realização do curso está sujeita à quantidade mínima de matrículas.- Para conveniados à Associação de Antigos Alunos PUC-Rio, desconto de 10% no pagamento à vista ou 5% no pagamento parcelado. Desconto não cumulativo.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Conselho Nacional aprova fim da divisão por disciplinas no ensino médio.




Estados têm autonomia para decidir se adotam mudanças.
A partir de 2010, MEC financiará projetos de cem escolas.

A proposta do Ministério da Educação (MEC) de flexibilizar o currículo do ensino médio e eliminar a divisão em disciplinas do currículo foi aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) nesta terça-feira (30).

O MEC pretende apoiar experiências curriculares inovadoras no ensino médio. Segundo a assessoria de imprensa do ministério, a partir de 2010, cerca de cem escolas deverão receber financiamento do ministério para implantar mudanças curriculares, que passariam a ser interdisciplinares e mais flexíveis, na tentativa de melhorar a qualidade da educação.

A atual estrutura deve ser substituída pela organização dos conteúdos em quatro eixos: trabalho, ciência, tecnologia e cultura, com o objetivo que o conteúdo ganhe maior relação com o cotidiano e faça mais sentido para os alunos. O objetivo da mudança é atrair o interesse do estudante de ensino médio, área crítica da educação.

Outra mudança a ser estimulada é a flexibilidade do currículo: 20% da grade curricular deve ser escolhida pelo aluno.

O texto também prevê o aumento da carga horária mínima do ensino médio – de 2,4 mil horas anuais para 3 mil – além do foco na leitura, que deve perpassar todos os campos do conhecimento. A proposta ainda estimula experiências que instiguem a participação social dos alunos, além do desenvolvimento de atividades culturais, esportivas e de preparação para o mundo do trabalho.

Nos próximos 40 dias, o MEC deverá definir o volume de recursos disponível para o programa e a forma de financiamento, se diretamente à escola ou se por meio de convênio com as secretarias estaduais.

Entenda o que deve mudar no currículo do ensino médio
Como é hoje
Conteúdo é dividido em disciplinas: matemática, física, química, biologia, português, história, geografia e inglês
Grade curricular é fixa e obrigatória para todos os alunos
Carga horária: 2,4 mil horas/ano

Como deverá ser
Conteúdo ficará mais interdisciplinar e será dividido em quatro eixos: trabalho, ciência, tecnologia e cultura
Com a flexibilização do currículo, o aluno poderá escolher 20% da grade
Carga horária: 3 mil horas/ano

“Esperamos que essa proposta seja acompanhada e avaliada e possa se tornar uma política universal”, disse a secretária de educação básica do Ministério da Educação, Maria do Pilar Lacerda. De acordo com ela, a intenção é que o programa seja estendido e que todas as escolas que oferecem ensino médio possam adotar as mudanças curriculares debatidas.

“Nossa intenção não é ter escolas modelos, mas que todas possam oferecer ensino de mais qualidade”, completou o coordenador-geral do ensino médio da Secretaria de Educação Básica, Carlos Artexes Simões.

A implantação no sistema público de ensino dependerá dos Estados, que têm autonomia para aderir ou não. A proposta também vem ao encontro das alterações no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que terá uma divisão por quatro grandes áreas.

Fonte: AQUI
 
Related Posts with Thumbnails
©2009 Lay, Header e Modificações de HTML e CSS by Simone Marta